13 de abr de 2017

Polícia Civil prende no Ceará acusado de matar caminhoneiro para roubar objetos de valor em Tailândia no Pará


ApreensõesA Polícia Civil do Pará divulgou, nesta terça-feira, 4, o cumprimento do mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça paraense contra Francisco Antonio Ferreira, acusado da autoria do latrocínio - roubo seguido de morte - do caminhoneiro Sebastião Bittencourt da Silva, morto em 5 de novembro do ano passado, em Tailândia, nordeste paraense. Transsexual, o acusado foi preso pela equipe coordenada pelo delegado Márcio Isakson, no aeroporto da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, no momento em que pretendia fugir para o Estado de São Paulo. A vítima foi morta por asfixia mecânica, segundo o laudo da perícia criminal, no interior de seu caminhão, em um posto de combustível, no centro da cidade paraense.
A prisão foi resultado da operação denominada "São Cristóvão" com objetivo de prender o autor do crime. As suspeitas são de que Francisco Antonio tenha morto a vítima para roubar dinheiro, cartões bancários e outros objetos de valor. Existem ainda suspeitas de que ele tenha cometido outros crimes semelhantes. O acusado teria usado o cartão de débito do caminhoneiro para fazer diversas compras em Belém. A partir do trabalho investigativo, detalha o delegado Márcio, a equipe policial descobriu que o acusado do crime estava com voo marcado para o dia 30 de março com saída às 2h20 de Juazeiro do Norte com destino à Bauru, em São Paulo.
Assim, no último dia 28 de março, a equipe policial comandada pelo delegado Márcio se deslocou até Juazeiro do Norte. Na chegada ao município, os policiais civis montaram campana para aguardar o autor do crime no aeroporto. Após ser preso, o acusado foi conduzido para a Delegacia do município cearense para que fossem comunicados o Ministério Público e o Fórum do município para autorizar a transferência do preso a Tailândia. Na bolsa de roupas de Francisco, os policiais apreenderam as mesmas roupas que ele utilizava no dia em que fez compras com o cartão de débito da vítima. Foram apreendidos ainda outros dois cartões de débito com a senha escrita em pedaços de papel, fato que será investigado. 
Segundo o delegado, é possível que esses cartões sejam de outras vítimas. A equipe policial descobriu ainda que o acusado comprou a passagem aérea usando o nome falso de Benedito Batista da Silva para tentar evitar ser preso. Ainda, conforme o delegado, as investigações serão aprofundadas, pois há grande possibilidade de outros crimes cometidos pelo acusado. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Andrey Magalhães Barbosa, da 1ª Vara Criminal de Tailândia. Para efetuar a prisão, a equipe policial contou com o apoio do delegado-geral, Rilmar Firmino, e do diretor de Polícia do Interior, delegado João Bosco Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo