26 de mai de 2017

Bacharel em Direito que agride mãe em São Luís pode ser preso e alega que é esquizofrênico

O bacharel em Direito, Roberto Elízio, que mora no centro de São Luís, teve prisão preventiva solicitada pelo Ministério Público depois que um vídeo em que ele agride a própria mãe, uma idosa de 84 anos, viralizou no Maranhão. Elízio alegou que tem surtos de esquizofrenia e admitiu que vive da pensão da genitora. A sociedade ficou revoltada com as cenas chocantes que assistiu ontem.
Há algum tempo que a idosa vem sofrendo com as agressões físicas as quais é submetida. Nas imagens é possível observar o filho batendo na mãe com uma espécie de chicote e com as mãos, mesmo a velhinha chorando.
A Delegacia do Idoso já pediu medidas protetivas para que a mãe não venha sofrer novas agressões. Hoje, pela manhã, Elízio informou ao jornalista e vereador Marcial Lima que vai se internar para tratar da provável doença.
O bacharel já teve situação financeira das melhores, mas sempre com a ajuda financeira da mãe, ao ponto de ser colecionador de carros e motos. Hoje ele mora com a idosa, a quem vez por outra maltrata,
“As pessoas mais importantes da minha vida são meus pais. Meu pai morreu há 20 anos e minha mãe tem 84 anos. […] Entenda uma coisa. Eu reconheço o erro e estou explicando para que isso não ocorra mais, o que vou fazer é me internar para ser tratado e a guarda dela vai ficar com meu filho”, disse para a Rádio Mirante AM.
Confira abaixo um dos seis vídeos das agressões:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo