25 de jan de 2018

Decisão unanime do TRF-4 mantém condenação de Lula e amplia pena

Os três desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) votaram nesta quarta-feira (24) em favor de manter a condenação e ampliar a pena de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex em Guarujá (SP).
O primeiro voto no julgamento do ex-presidente foi do desembargador Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que considerou o petista culpado. Ele recomendou uma pena total de 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado. Lula também terá de pagar uma multa de R$ 1 milhão.
Já o revisor da Lava Jato no TRF-4, desembargador Leandro Paulsen, votou pela manutenção da condenação do ex-presidente pelo crime de corrupção passiva, assim como o desembargador Victor dos Santos Laus.
Vale destacar que a pena pedida agora é maior do que a que pediu Moro na primeira estância. Ele havia condenado o ex-presidente a nove anos e seis meses de prisão.
Com a decisão, cabe à defesa de Lula o recurso dos embargos de declaração. Em razão do recurso, o ex-presidente não deverá ser preso imediatamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo