4 de jan de 2018

Santa Helena - Zezildo Almeida entra em seu segundo ano de mandato sem a aprovação popular de seu governo

Não precisa ser expert em política ou ter altos conhecimentos em ciências sociais; basta apenas ouvir o que a população comenta diariamente nas rodas de conversas das esquinas ou em outros locais, pra ver o tamanho da desaprovação do povo sobre a administração do prefeito Zezildo Almeida em Santa Helena. Ele conseguiu uma coisa que nenhum prefeito tinha conseguido até hoje: fazer com que em apenas um ano de mandato, a população se revoltasse contra ele. 

Uma detalhe interessante, é que, quem está falando mal do gestor são seus próprios militantes e correligionários. Alguns tentam esconder ou evitam falar, mais outros falam abertamente. A frustração é grande entre o povo que acreditou no discurso de renovação.

Hoje, tudo que o prefeito diz, é que a culpa é da crise. Mais conforme avaliações, em 2017 entrou mais dinheiro nas contas da prefeitura, do que em 2016. O gestor esquece de uma coisa: o povo também sabe fazer conta, e ninguém acredita em nada do que dizem na prefeitura. 

O povo também sabe avaliar e fazem comparações monitorando as entrada de dinheiro pela internet.
E comentam: os ex-prefeitos pagavam tudo direitinho até o último dia do seu mandato, e esse prefeito por que não paga? muitos questionam assim.

A essas alturas o povo, mesmo em sua simplicidade, sabe que não é falta de dinheiro, é falta de gestão pública.

O pior de tudo é ver que o servidor público não pode mais comprar nos comércios locais por falta de crédito. É inadmissível tratar o povo desta forma.

Salários de servidores contratados,motoristas,garis,professores,zeladores chegaram até três meses de salários atrasados. 2018 começou e "segundo alguns funcionários"  continuam existindo servidores com atraso de salário.

Pelo olhar da população hoje, terminado o primeiro ano de mandato, neste conto de fada na politica helenense, o príncipe virou sapo.
Isso, tudo até o último dia de 2017. 

Pode ser que alguma coisa mirabolante aconteça nos próximos meses, e o gestor dê a volta por cima. 
Mais, hoje o contexto é esse. O desanimo e o descrédito, bateu na porta de milhares de pessoas que "compraram" ilusão fantasiosa e devem estar amargamente arrependidos.


O pior de tudo, é que o ano da eleição já chegou.

Via Neto Weba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo