2 de mai de 2018

Contrabando: juiz federal manda soltar delegado Bardal, coronel Francalanci e outros

O juiz federal Luís Regis Bomfim Filho, da 1ª Vara Criminal da Justiça Federal no Maranhão, mandou soltar o delegado de Polícia Civil, Thiago Bardal, os policias militares e o ex-vice-prefeito de São Mateus, Rogério Sousa Garcês Garcia. Eles foram denunciados por integrarem organização criminosa especializada no contrabando de cigarros e descaminho de bebidas para São Luís (reveja).
No despacho obtido pelo Blog do Neto Ferreira (baixe aqui), o magistrado aplicou ao delegado Bardal, major Luciano Fabio Farias Rangel, Joaquim Pereira de Carvalho Filho e o ex-vice-prefeito Rogério, fiança de R$ 30 mil reais. Para o coronel Reinaldo Elias Francalanci e soldado Fernando Paiva Moraes Júnior, foi afiançado R$ 15 mil reais. Também foi revogado as prisões de Galdino do Livramento Santos e Evandro da Costa Araújo.
A decisão, proferida nesta segunda-feira (30), determina o recolhimento domiciliar no período noturno e nos finais de semana, comparecimento periódico ao Juízo para informar e justificar as atividades, proibição de manter contato com os demais denunciados ou eventuais investigadores, monitoramento eletrônico e suspensão de exercício da função pública, sem prejuízo de eventual tramitação de procedimento administrativo disciplinar.
Luís Regis Bomfim Filho proferiu despacho 10 dias após reportagem exclusiva deste blog do qual revelou o vídeo da audiência do polícia militar Fernando Paiva Júnior, afirmando que foi coagido (reveja) pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, a envolver no esquema de contrabando dois delegados e o deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo