16 de jun de 2019

Filho do vice-prefeito de Coroatá é preso acusado de assassinar comerciante durante assalto


Domingos Alberto Alves de Sousa Júnior, conhecido como “Juninho”, de 18 anos, suspeito de participação em um crime de latrocínio em Coroatá, a 255 km de São Luís, foi entregue à polícia pelo próprio pai, Domingos Alberto, vice-prefeito da cidade, nessa sexta-feira (15).
O outro envolvido no crime, Marcos Felipe Barros Rocha foi localizado na tarde desta sexta-feira (14).

A vítima dos assaltantes foi o comerciante Gilson Carlos Silva, morto em um bar no povoado Macaúba, na zona rural do município, por volta de 19h de quinta-feira (13).

De acordo com moradores das proximidades, os dois assaltantes chegaram em uma moto, armados e teriam tentado roubar o celular da vítima, que reagiu.

Na ação criminosa, Domingos Alberto e Marcos Rocha efetuaram dois disparos. Um deles atingiu a vítima, que não resistiu e morreu no local. A dupla fugiu logo em seguida.

Os dois assaltantes estariam fazendo um arrastão em vários povoados e já teriam roubado vários aparelhos celulares de outras vítimas no povoado Macaúba.

Nas redes sociais o irmão de “Juninho”, o Secretário Municipal de Obras e Infraestrutura, Jorge Adriano, comentou o fato por meio de um áudio compartilhado em grupos na internet.

“De fato teve esse acontecido. Eu e meu pai e toda a família não aceitamos. Se for comprovado ele vai pagar pelo ato dele. É uma coisa que a gente não queria que tivesse acontecido, por falta de concelhos não foi, sempre teve do bom e do melhor em casa. É triste, lamentável, mas foi verdade. Nós estamos em choque, imagina a família enlutada”, disse Jorge Adriano.

Gilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo