23 de mar. de 2022

Homem é preso suspeito de transmitir HIV para mulheres de propósito


Seis mulheres procuraram a polícia. Três delas testaram positivo para HIV.

Um homem de 37 anos foi preso pela Polícia Civil de Goiás suspeito de transmitir o vírus HIV de propósito para mulheres em Pontalina, no centro do Estado. As informações são do portal G1. 

Crédito: Reprodução/Polícia Civíl GoiásHomem é preso suspeito de transmitir HIV para mulheres de propósito

De acordo com o delegado que acompanha o caso, Leylton Barros, seis mulheres procuraram a polícia há cerca de 15 dias denunciando o caso.

Três vítimas testaram positivo para o vírus.

O nome do homem não foi divulgado pela Polícia Civil, apenas suas iniciais, LFS, e sua foto, para ajudar novas vítimas a o identificarem. Essa ação das autoridades está respaldada pela Lei nº 13.869 e Portaria nº 02/2020-PCGO.

Segundo a polícia, o homem “negou os fatos dizendo apenas que soube que era portador do vírus no início deste ano. Mas as vítimas relataram que ele sabia que tinha o vírus desde o ano passado, mas falava após as relações”.

O homem é investigado por lesão corporal gravíssima. De acordo com decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a transmissão intencional do vírus HIV configura o crime de lesão corporal gravíssima, adequando-se ao conceito de enfermidade incurável (art. 129, § 2º, II, do Código Penal).

Segundo a polícia, as mulheres que o denunciaram, compareceram à delegacia psicologicamente abaladas.


“Algumas vítimas procuraram a delegacia após descobrirem que contraíram o vírus. Elas contaram que mantinham relações sexuais sem preservativo com o suspeito, que deliberadamente transmitia a doença para as mulheres”, esclareceu o delegado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo