26 de set de 2019

Polícia divulga imagem de foragido envolvido no latrocínio de padre

A imagem pode conter: 1 pessoa, textoCorreio Braziliense
Quem tiver informações sobre o suspeito, identificado como Daniel Souza da Cruz, pode denunciar anonimamente pelo 197
Agentes da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) procuram Daniel Souza da Cruz, 29 anos, acusado de integrar o grupo que cometeu o latrocínio (roubo seguido de morte) do padre Kazimierz Wojno, 71 anos, mais conhecido como Casemiro. A foto do homem foi divulgada nesta quarta-feira (25/9).
Daniel é de Januária (MG), mas morava em Valparaíso de Goiás. Investigadores identificaram o suspeito por meio de imagens de câmeras de segurança e exames realizados pelos institutos de Identificação e Criminalística da Polícia Civil.

Para os agentes da 2ªDP, não restam dúvidas de que o acusado participou do crime bárbaro que chocou a capital federal. Para conseguir prender Daniel, a polícia pede a ajuda da população. Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito pode entrar em contato anonimamente pelo 197.
Prisões
Durante a terça-feira (24/9), policiais da 2ªDP prenderam dois dos suspeitos de envolvimento no latrocínio do padre Casemiro, que ocorreu na noite do último sábado (21), na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, localizada na 702 Norte.
Alessandro de Anchieta Silva, 19, e Antônio Willian Almeida Santos, 32, foram presos temporariamente (por 30 dias) no bairro Santa Rita de Cássia, em Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal. O mais jovem confessou o crime e não tinha passagens. Já o outro, respondeu por homicídio e tráfico de drogas. Antônio também é de Januaria (MG), mesma cidade de Daniel.

Agora, investigadores da 2ª DP buscam mais detalhes sobre o quarto envolvido no esquema, que pode ser um adolescentes. Análises periciais poderão auxiliar na identificação deste suspeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo