27 de jul. de 2021

Governo realiza formação continuada sobre os desafios da volta às aulas para gestores dos Centros Educa Mais

 

Abertura do II Fórum Pedagógico: Desafios e Possibilidades da Rede Educa Mais

Discutir o protocolo de biossegurança e oferecer ferramentas pedagógicas e socioemocionais às equipes da gestão escolar para retomada segura e tranquila das aulas presenciais. Com estes objetivos, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza, desta segunda-feira (26) até sexta-feira (30), o II Fórum Pedagógico: Desafios e Possibilidades da Rede Educa Mais. O encontro formativo acontece no auditório do Centro Educa Mais João Francisco Lisboa (Cejol), no Canto da Fabril, em São Luís.


“Nós teremos uma semana inteira de diálogos e debates para operacionalização dos protocolos de biossegurança e pedagógicos a serem implementados nos Centros Educa Mais a partir do dia 2 de agosto. É todo um esforço coletivo da Seduc e de todos os Centros Educa Mais para que tenhamos um retorno seguro e efetivo dos nossos estudantes e de toda a comunidade escolar”, pontuou Raquel Melo, supervisora da Rede Centros Educa Mais.Estão sendo discutidos aspectos como: a preparação dos ambientes escolares, o trabalho socioemocional com a comunidade escolar, acolhimento dos estudantes, temáticas específicas para o trabalho pedagógico voltadas para a recuperação das aprendizagens, além do Avança Educa Mais, programa de nivelamento dentro dos centros.

A ação formativa está dividida em quatro momentos: no primeiro nesta segunda-feira (26), o encontro foi com os gestores gerais dos Centros onde foi apresentado o Guia de Rotinas para o Retorno Híbrido; na terça-feira (27) e quarta-feira (28) será a vez dos gestores pedagógicos se reunirem com a equipe Seduc para alinhamentos pedagógicos com foco em recuperação de aprendizagens. Já na quinta-feira (29), a programação terá como público alvo os gestores administrativos financeiros para apresentação dos Protocolos de Biossegurança, pela Supervisão de Suporte a Educação em Tempo Integral; na sexta-feira (30) o encontro reunirá todos os gestores para afinar os detalhes da volta.

O secretário adjunto de Educação Profissional e Integral, André Bello, que representou o secretário Felipe Camarão no evento, destacou a importância desse encontro com as equipes de gestores nesse momento que antecede o retorno às aulas.

“Nós queremos dizer aos nossos gestores que estaremos juntos com cada um deles. Nós vamos retomar as nossas atividades presenciais, porque os nossos alunos precisam seguir aprendendo de forma mais efetiva. Eles precisam do apoio de cada um de nós para darem continuidade aos seus projetos de vida. E o Maranhão precisa dar continuidade a esse projeto de transformação da educação no nosso estado. O nosso principal objetivo é fazer uma escuta atenta e respeitosa. Vamos fazer tudo para que essa volta seja segura e exitosa”, pontuou André Bello.

Os gestores dos Centros Educa Mais também falaram da importância desse encontro e do debate acerca das condições criadas para uma volta com segurança às escolas.

“É muito bom estar aqui, para essa conversa de uma semana com a equipe da Seduc, para que possamos recomeçar com o pé direito. Estamos felizes em poder retomar nossas atividades, ainda que de forma híbrida. É fundamental que esse planejamento seja profícuo e traga bons frutos, para que tudo aconteça com segurança dentro da escola”, disse a professora Elioenai Brasil, gestora do Centro Educa Mais Olindina Nunes Freire, de Pedreiras.

“Esse momento de debate sobre o retorno seguro é de extrema de importância, uma vez que estamos há 13 meses sem aulas presenciais, então é necessária essa volta à escola, porque nós estamos perdendo nossos alunos para o mundo”, disse Magda Barbosa, gestora do Centro Educa Mais Salustiano Trindade, em São José de Ribamar.

“Um encontro desse, no momento que antecede o retorno, é fundamental. Nós precisamos nos sentir fortalecidos com uma única fala, já que somos uma rede e compartilhamos das mesmas angustias, as mesmas dúvidas e as mesmas necessidades, por isso é muito importante estarmos unidos aqui para pensar a melhora forma de voltar”, comentou Cristine Prazeres, gestora do Centro Educa Mais Almirante Tamandaré.

“Nós enquanto gestores estamos preocupados, os pais estão preocupados, mas, nós sabemos que é necessário voltar. E o que vamos fazer aqui é ver quais são as estratégias que podemos usar para oferecer aos nossos estudantes um retorno seguro”, pontuou Luísa Helena Lobato, gestora do Centro Educa Mais Kiola Costa, em São Bento.

Na abertura foram realizadas dinâmicas para trabalhar o emocional dos participantes. Foi um momento em que os gestores puderam relatar e compartilhar suas vivências, seus medos, inseguranças, mas, também, suas esperanças nesse momento de pandemia da Covid-19.

“Esse compartilhamento é muito importante porque humaniza o grupo, porque a gente começa a perceber que as coisas não aconteceram só com a gente, aconteceram num nível muito maior e um consegue apoiar o outro. E também de uma certa forma a gente se esvazia de muitas dores, de muitos sofrimentos. E quando a gente expõe esses sentimentos, consegue ajudar o outro que está caladinho”, explicou a psicóloga Katiuscia Barbosa, que comandou as dinâmicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo