18 de dez. de 2023

Deputada supostamente envolvida em milícia, alvo de operação da PF é afastada do cargo

 

Deputada Lucinha, afastada da Alerj

A deputada estadual Lucia Helena Pinto de Barros (PSD), do Rio de Janeiro, foi afastada do cargo na manhã desta segunda-feira (18) a pedido da Justiça. Ela é alvo da “Operação Batismo”, deflagrada hoje pela Polícia Federal e Ministério Público (MPRJ), com oito mandados de busca e apreensão em Campo Grande, Santa Cruz e no gabinete da deputada, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).  Investigações apontam envolvimento da parlamentar com a milícia.

Segundo a PF, Lucinha agia como lobista e que seria o “braço político da milícia do Zinho”, uma das mais poderosas e violentas do Rio e com forte atuação na região populosa de Campo Grande e Santa Cruz, na Zona Oeste da capital fluminense. Zinho está foragido acusado de vários crimes.

Por conta desse laço a deputada era chamada de “madrinha” pelos paramilitares de Zinho, pelas facilitações e auxílios ao grupo. A assessora da deputada também é apontada como integrante do grupo.

Segundo investigadores, há forte articulação política junto aos órgãos públicos para atender os interesses do grupo miliciano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo