14 de jan. de 2024

Câmara de São Luís anula votação da LDO 2024

 


Na tarde da última quarta-feira (10), Nelio Neves Pinheiro, de 45 anos de idade, foi preso pela Polícia Civil de Parauapebas no sul do Pará, em decorrência de um mandado de prisão preventiva em aberto decorrente de sentença condenatória.

Segundo informações, o homem foi preso na Rua São Luís, no Bairro Palmares Sul, após investigações preliminares da Divisão de Homicídios da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas.


Nelio, foi condenado pelo assassinato da própria esposa, Elisângela Viana da Silva Pinheiro, em 12 de dezembro de 2018, em São José de Ribamar, Região da Grande Ilha de São Luís (MA)Ele estava foragido desde a época do crime, e, em outubro de 2023, foi julgado e condenado por homicídio qualificado. Imediatamente, o Juízo da 2ª Vara Criminal de São José Ribamar expediu mandado de prisão em decorrência da condenação.

O crime

Elisangela, segundo levantou a Polícia Militar do Maranhão na época, teria discutido com o marido, Nélio Neves Pinheiro, que acabou desferindo várias facadas nela. O crime começou dentro do quarto e acabou na sala da residência, onde a vítima, agonizando, caiu sentada em uma sofá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo