5 de jan. de 2024

STF decide retornar Ednaldo Rodrigues ao comando da CBF

O Supremo Tribunal Federal (STF), através de uma decisão monocrática do ministro Gilmar Mendes, decidiu retornar Ednaldo Rodrigues ao cargo de presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Edinaldo estava afastado do cargo após uma intervenção decida pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que poderia inclusive em impedir o Brasil de disputar as Olimpíadas de Paris. O prazo para a inscrição para o torneio pré-olímpico a ser realizado este mês e que é classificatório, terminaria nesta sexta-feira (05).

Inclusive foi justamente essa situação que foi determinante para a decisão de Gilmar Mendes.

“Esgota-se amanhã (5.1.2024) o prazo para inscrição da Seleção Brasileira de futebol, atual bicampeã olímpica, no torneio classificatório para os Jogos Olímpicos de Paris 2024, ato que pode vir a ser inviabilizado se praticado por dirigente não acreditado pelas instituições internacionais competentes (Conmebol e Fifa). Nessa situação, há risco de prejuízo iminente, uma vez que a inscrição de jogadores da Seleção Brasileira no torneio qualificatório para os Jogos Olímpicos de Paris 2024, que deve ser ultimada até amanhã (5.1.2024), restaria inviabilizada”, destacou Gilmar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo