20 de fev. de 2024

Maranhense é morto a marteladas e golpes de estilete em São Paulo

 


O maranhense Deilson Penha, de 34 anos, foi espancado até a morte em São José dos Campos, no estado de São Paulo. O corpo foi encontrado nas últimas horas, após ter desaparecido misteriosamente na última sexta-feira (16). Segundo a polícia, a morte pode estar relacionada com homofobia ou desentendimento por drogas.


Familiares detalharam, em entrevista exclusiva ao Portal Difusora ON, Deilson Penha teria ido a uma balada na sexta-feira e desde então não teria dado mais notícias. A irmã da vítima, Estella Penha, contou que o suspeito de assassinar Deilson teria usado um martelo para golpear o maranhense e um estilete para abrir cortes, um desses cortes, rasgou o pescoço da vítima. Ainda segundo apuração do Difusora ON, após ter cometido o crime, o homem teria ido à casa da vizinha e dito que tinha acabado de matar uma pessoa e que o corpo estava em sua casa. Imediatamente, a vizinha procurou a polícia.


Estella contou que soube do crime somente nas últimas horas, após contato dos investigadores da Polícia Civil. Sem informações concretas sobre o que aconteceu, a família luta para trazer o corpo de Deilson para ser sepultado em São Luís. “A gente está correndo atrás para trazer o corpo dele pra cá. Não é barato, a gente sabe que é caro e por isso estamos fazendo campanha na internet. Ele não fazia mal para ninguém e fizeram essa maldade com ele”, desabafou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo