27 de fev. de 2024

Operação Poison: presos 5 indivíduos por roubo de carga de herbicidas no Maranhão e Pará

 

Cinco suspeitos pelo roubo de uma carga de herbicidas foram detidos no último fim de semana em uma operação conduzida pela Polícia Civil do Maranhão. Cerca de 90% da carga foi recuperada durante a execução dos mandados de prisão e de busca e apreensão.

O crime ocorreu na manhã do dia 11, entre os municípios de Barra do Corda e Grajaú. Na ocasião, pelo menos seis indivíduos tomaram o caminhão que transportava a carga, avaliada em cerca de R$ 430.000,00, deixando o motorista abandonado.

Após a vítima registrar a ocorrência, a Polícia Civil do Maranhão iniciou as investigações e, no dia 13, prendeu, em flagrante, o primeiro individuo por envolvimento na ação criminosa, no município de Grajaú. No dia seguinte, na região conhecida como Ponto da Nega, os policiais encontraram e recuperaram o caminhão, mas sem a carga.

Nesse último fim de semana, com base em outros elementos coletados e com mandados expedidos pela justiça, os policiais deflagraram a Operação Poison e localizaram um indivíduo que supostamente seria o receptador da carga, responsável pela venda dos herbicidas na região de Açailândia. Ele foi detido em Buriticupu.

Outro suspeito, apontado como líder do grupo criminoso, também foi preso com uma grande quantidade dos produtos roubados, tanto em sua residência quanto em um depósito clandestino sob sua posse. A prisão ocorreu no município de Marabá, no Pará.

Também no Pará, desta vez na cidade de Paragominas, os policiais envolvidos na operação prenderam os outros três suspeitos do roubo do caminhão com a carga.

“Mais um grande trabalho realizado pela Polícia Civil do Maranhão, empregando assim todos os esforços investigativos e operacionais na recuperação da carga subtraída, e na prisão dos envolvidos”, afirmou o delegado Jorge Pacheco, titular do Departamento de Combate ao Roubo de Cargas (DCRC), vinculado à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

“O êxito dessa operação foi fruto de um somatório de forças e conhecimentos policiais, e o mais importante, a pronta e rápida resposta, tanto para a empresa transportadora, como para a empresa dona da carga, como para os caminhoneiros que utilizam as rodovias maranhenses”, acrescentou o delegado de Grajaú, Brito Jr.

O homem que seria o receptador da carga e responsável pela comercialização dos herbicidas, preso em Buriticupu, foi levado para Santa Inês, e o outro indivíduo preso em Marabá, foi apresentado em uma delegacia local.

Os outros três indivíduos, presos em Paragominas, também foram apresentados em uma delegacia da região. Ambos passaram pelos procedimentos de praxe e foram encaminhados para unidades prisionais das respectivas regiões, onde permaneceram à disposição da Justiça.

A Operação Poison contou com a participação do DCRC, vinculado à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), da Superintendência Estadual de Polícia Civil do Interior, por meio de policiais das delegacias de Grajaú, de Barra do Corda, de Buriticupu, de Açailândia e de Imperatriz, do Núcleo de Apoio às Investigações (NAI-Marabá) da Polícia Civil do Pará, além de suporte da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O termo Poison, que denominou a operação, foi extraído da língua francesa e significa veneno, justamente os produtos subtraídos na ação criminosa.

Seis indivíduos tomaram o caminhão que transportava a carga, avaliada em cerca de R$ 430 mil deixando o motorista abandonado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo