6 de mar. de 2024

Gaeco e PC prendem funcionário do cartório de Buriticupu por corrupção

 

Foto Reprodução

Nesta quarta-feira, 6, o Ministério Público do Maranhão (MPMA), com o apoio da Polícia Civil e de outros órgãos, deflagrou a operação Infelix Finix (final infeliz), que prendeu Nivaldo da Silva Araújo, funcionário do cartório extrajudicial de Buriticupu/MA. Ele é acusado de liderar um esquema de corrupção que causou um rombo de mais de R$ 1, 4 milhão aos cofres públicos.

Segundo o MPMA, Nivaldo Araújo cobrava e recebia valores indevidos, alterava o valor das taxas de cartórios e fazia registros imobiliários ilegais, usando documentos falsos de pessoas mortas. Com o dinheiro obtido, ele comprou fazendas, gado, cavalos, tratores e veículos.

Nivaldo Araújo vai responder pelos crimes de peculato, falsidade ideológica, uso de documento falso e falsificação de documento particular. A operação também visa recuperar o dinheiro desviado e bloquear os bens do acusado, para garantir a ordem pública e econômica e evitar novos crimes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo