24 de mar. de 2024

O grupo político de Felipe Camarão…

Principal liderança do PT no Maranhão, herdeiro do ministro Flávio Dino mais bem posicionado politicamente e candidato natural do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na sucessão de 2026, vice-governador vai construindo uma base que reúne deputados estaduais, vereadores de São Luís e um sem-número de candidatos  prefeito em diversos municípios maranhenses

 

Fiel auxiliar do governador Carlos Brnadão, Felipe Camarão constrói agenda política própria, como principal nome do PT no Maranhão

Análise de Conjuntura

Vice-governador e secretário de Educação do Maranhão, o advogado e professor Felipe Camarão é hoje a estrela em ascensão no PT e o principal nome daquilo que se pode chamar de legado político deixado pelo agora ministro do Supremo Tribunal Federal, Flávio Dino.

E é com estas condições que o petista vai montando sua própria base política, com parlamentares prefeitos e lideranças em todo o estado.

Na Assembleia Legislativa Felipe Camarão iniciou esta legislatura com pelo menos um deputado considerado de sua confiança, o timonense Leandro Bello (Podemos), mas hoje já conta também com os comunistas Júlio Mendonça e Rodrigo Lago, de quem é muito próximo; na Câmara Federal tem como principal aliado o comunista Márcio Jerry, histórico fiel escudeiro de Flávio Dino, além da gratidão de Duarte Júnior (PSB) pelo apoio à candidatura a prefeito.

Apesar da aliança com vereadores do peso do presidente da Câmara Municipal de São Luís, Paulo Victor (PSB), o vice-governador já impôs sua posição na Casa, com a posse de Professora Eva (PSB) e Creuzamar de Pinho (PT).

O pulo do gato da ascensão política do vice-governador, no entanto, está na articulação para as eleições municipais, não apenas em São Luís, mas em diversos municípios pelo Maranhão; Na região metropolitana, por exemplo, ele tem influenciado diretamente as eleições em Paço do Lumiar, além de assumir abertamente suas preferências em Rosário, com filiações importantes ao PT.

Felipe Camarão terá candidatos de sua relação pessoal também em Timon, Açailândia, Bacabal, Caxias, Codó, Santa Inês, Pinheiro, Barreirinhas e diversos outros municípios.

Ao contrário de outros vices da história recente no Maranhão – que dormiram em berço esplêndido e chegaram a ver articulada sua defenestração do posto – Camarão decidiu não  apenas aguardar a possibilidade de posse em 2026, mas vem construindo um grupo próprio, que lhe dará a sustentação necessária no momento das definições do jogo de 2026.

E ainda conta com o cacife adicional de ser o candidato do presidente Lula em 2026.

Aquele que levará pela primeira vez o PT ao poder central no Maranhão…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo